A prática de Yoga para mulheres

14/06/2017

 

A prática de Yoga para mulheres

 

 Durante o período menstrual nós meninas devemos desacelerar nossas atividades e cuidar de diferentes aspectos da nossa rotina para aproveitarmos ao máximo este período de renovação que percorremos todos os meses.

A prática de yoga que acompanha nosso dia-a-dia também precisa ser adaptada para esta parte do nosso ciclo menstrual.


Tomar alguns cuidados durante principalmente os primeiros 3 dias de nosso período menstrual pode nos beneficiar profundamente.

A prática de asanas (posições psico-físicas) deve ser modificada. Para quem pratica ashtanga vinyasa yoga estes são momentos em que as mulheres não devem praticar. Além da intensidade desta prática em si, os bandhas (contração do baixo ventre e períneo) que direcionam a energia vital para cima,  são antinaturais neste período em que o movimento de eliminação do fluxo menstrual é intenso e espontâneo.

Além de não enfatizar os bandhas neste período devemos evitar as posturas em pé, que exigem mais de nossa disposição física. As inversões em que o coração encontra-se abaixo da cabeça também devem ser evitadas.

Lembremos que nossa prática diária  possui grande influência sobre a qualidade do nosso período menstrual. Então posturas que são contraindicadas para os dias da menstruação como o  cachorro olhando para baixo (adhomukha svanasana), praticadas constantemente durante o mês tem o poder de aliviar o fluxo mesntrual intenso e prevenir as ondas de calor durante a menopausa.

Para estes dias especiais as melhores opções são as posturas sentadas que abrem o quadril e flexionam o corpo para frente. Instintivamente neste período sentimos necessidade de deixar ir o antigo e criar espaço para o novo. Flexionar o corpo para frente é um gesto natural de entrega e geralmente é acompanhada de uma exalação longa e profunda. Ao praticar permita que a força da gravidade lhe ajude a relaxar nestas flexões para frente. O mais importante também é que você sinta-se confortável e o uso de almofadas e travesseiros para apoiar seu corpo nos asanas (posições psico-físicas) é muito bem vindo.

Seguem então algumas dicas para o dia-a-dia e a alimentação:

· De maneira geral procure reduzir suas atividades somentes aquelas realmente necessárias e tome mais tempo para realizar o que for preciso.

· Evite banhos longos e prefira chuveiradas rápidas e frescas.

· Este com certeza não é o melhor período para as atividades sexuais.

· Prefira uma dieta leve e nutritiva incluindo saladas, sucos frescos, arroz, cuscuz, massas, tofu, folhas e frutas. Observe se neste período o seu intestino tende a se desaranjar, neste caso evite as folhas cruas e cozinhe as frutas.

· Tome uma água de coco por dia se disponível.

· Use os chás de camomila, gengibre, limão e rosas.

· Muito bom para as dores na parte baixa da coluna é aplicar uma pasta de argila, água e  gengibre em pó ou ralado ou mais simples é uma bolsa de água quente.
A descrição das duas posturas que seguem abaixo podem lhe ajudar a relaxar e aliviar as dores que por ventura acompanhem os dias da menstruação. O importante é estar em um ambiente tranquilo e que você possa reservar no mínimo 20 minutos para esta experiência.

Comece a prática entrando em contato com sua respiração, usando um leve sussuro na base da garganta e de forma que você possa acompanhar o rítmo respiratório também através do som produzido com a entrada e a saída do ar.


Badhakonasana

Sente-se com a coluna ereta as pernas flexionadas, com os joelhos para os lados, com as solas dos pés se tocando e os calcanhares na direção do períneo.

Procure sentir a coluna confortável e começe a movimentar os joelhos para cima e para baixo de forma suave para sentir as virilhas relaxarem.
Afaste então os pés um pouco para frente coloque uma pilha de travesseiros e depois de inspirar sentindo a coluna longa exala fazendo uma flexão para frente descansando o corpo  sobre o apoio.

Na inspiração leve a consciência para o quadril, as virilhas, a lombar e os orgãos reprodutivos. Na exalação relaxe e descontrai qualquer desconforto, pressão ou dor.

A variação supta com o corpo apoiado e deitado sobre as costas é muito confortável.
Durante a permanência você pode fazer modificações na postura para se acomodar melhor. Faça os movimentos junto com a respiração e lentamente retorne a imobilidade. Como você vai realizar somente algumas posturas a permanência pode ser maior. Aproveite e respire de 3 a 5 longos minutos se isto for confortável para você.


Balasana (em variação)

Sente-se primeiro em vajrasana que também é uma ótima postura para o período de menstruação. Tome contato com a respiração nesta posição.

Apoie as mãos no chão a frente dos joelhos, e extenda uma das pernas para trás deixando o peito do pé no chão. Mantenha por um minuto esta posição e exalando leve a testa na direção do chão. Relaxe os braços ao lado do corpo ou a frente da cabeça. Ao retornar da postura permaneça novamente em vajrasana percebendo sua respiração e então faça com a outra perna.

Esta postura alivia a tensão nos ovários e revitaliza o sistema glandular, então é muito boa para o período pré mesntrual e durante a menstruação. A posição da crianças também é muito boa para liberar as tensões abdominais e do sistema reprodutivo.

Outras posturas importantes são: supta virasana, upavista konasana, adhomukha virasana, janu sirsasana, alguma torção deitada, setubandha savangasana e savasana.

Fontes:
Bri. Maya Tiwari. “O caminho da prática: a cura feminina pela alimentação, pela respiração e pelo som.” Rio de Janeiro: Rocco, 2004.B. K. S. Iyengar. “Yoga: the path to holistic health.”London: Dorling Kindersley, 2001.

Shakta Kaur Khalsa. “Yoga for women.” New York: Dorling Kindersley, 2002.

Please reload

Destaque

Os Yamas da Vida

29/08/2014

1/5
Please reload

Recentes